Qual é o significado da Páscoa?

A origem da celebração da Páscoa está na história judaica relatada na Bíblia em Êxodo (segundo livro da bíblia). Êxodo significa saída, e é exatamente a saída dos judeus do Egito que esse livro relata. Libertação da escravidão.

Quando Ramsés II, rei do Egito, subiu ao trono, apavorou-se com o crescimento do povo de Israel, achando que esse crescimento colocava em risco o seu poder. Essa preocupação, deu início a uma série de ordens e obras levaram os judeus a um período de grande sofrimento.

Deus, vendo o que se passava com seu povo, escolheu Moisés para tirá-los dessa situação, dando a ele os poderes necessários para o cumprimento da missão. Na semana em que o povo de Israel iniciou sua jornada para sair do Egito, Deus ordenou que só comessem só pão sem fermento (pão asmo) e no último dia, quando finalmente estariam fora do Egito seria comemorada a primeira Páscoa, sendo esse procedimento celebrado de geração em geração.

Essa celebração recebeu o nome de Pessach, que em judaico significa passagem, nesse caso da escravidão à liberdade. Daí surgiu a palavra Páscoa.

Jesus Cristo deu novo significado à Páscoa. Ele trouxe a Esperança de uma vida melhor, ensinamentos para que o povo se libertasse dos sofrimentos e das maldades praticadas naquela época.

A morte de Jesus Cristo representa o fim dos tormentos. A sua ressurreição simboliza o início de uma vida nova, iluminada e regrada pelos preceitos de Deus.

O domingo de Páscoa marca a passagem da morte para a vida, das trevas para a luz. Representa uma oportunidade de fazermos uma retrospectiva em nossas vidas, e estabelecermos um ponto de recomeço, de sermos melhores, de sairmos do “Egito” e sermos libertos. Libertação dos sofrimentos.

A DATA DA PÁSCOA

A  celebração ocorre sempre entre 22 de março e 24 de abril. A partir dessa data, é que fica estabelecido o período de 46 dias, conhecido como Quaresma, que vai da Quarta-Feira de Cinzas até o Domingo de Páscoa.

A celebração da Páscoa dura cerca de 50 dias. Tem início no Domingo da Ressurreição e se estende até o fim de Pentecostes, quando se relembra a descida do Espírito Santo sobre os Apóstolos, sob a forma de línguas de fogo.

Como é a páscoa de Deus?

Êxodo 12.1-12

O Senhor Deus falou com Moisés e Arão no Egito. Ele disse: Este mês será para vocês o primeiro mês do ano. Diga a todo povo israelita o seguinte: No  dia dez deste mês cada pai de família escolherá um carneirinho ou um cabrito para sua família, isto é, um animal para cada casa. Se a família for pequena demais para comer o animal inteiro, então o dono da casa e o seu vizinho mais próximo o comerão juntos, repartindo-o de acordo com o número de pessoas e a quantidade que cada um puder comer. O animal deverá ser um carneirinho ou um cabrito sem defeito, de um ano. Vocês o guardarão até o dia quatorze deste mês e na tarde desse dia todo o povo israelita matará os animais. Pegarão um pouco do sangue e passarão nos batentes dos lados e de cima das portas das casas onde os animais vão  ser comidos. Nessa noite a carne deverá ser assada na brasa e comida com pães sem fermento e com ervas amargas. A carne não deverá ser comida crua nem cozida; o animal inteiro incluindo a cabeça, as pernas e os miúdos, será assado na brasa. Não deixe nada para o dia seguinte e queime o que sobrar. Já vestidos, calçados e segurando o bastão, comam depressa o animal. Esta é a páscoa de Deus, o Senhor.

Deixe um comentário

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s